top of page

A História do Papai Noel | Fotografia de Natal em Aracaju



Ao redor do mundo, a tradição de reunir famílias para celebrar e trocar presentes tem sempre uma figura em comum, mas você sabe de onde veio o Papai Noel?



Hoje em dia as pessoas tem a ideia de um velhinho que leva alegria para crianças na véspera do Natal, mas a história da origem dele vem desde o século III, quando São Nicolau ajudava os pobres e tornou-se o padroeiro das crianças e dos marinheiros.


O famoso Papai Noel também é conhecido como São Nícolas, Saint Nicholas ou Kris Kringle.


Muito admirado por sua gentileza e generosidade, São Nicolau se transformou em muitas lendas.



A lenda de São Nicolau: O Verdadeiro Papai Noel


A lenda do Papai Noel vem de centenas de anos, ela surgiu de um monge chamado São Nicolau. Acredita-se que Nicolau nasceu no ano de 280 d.c. em Patara, próximo (hoje em dia) à Turquia.



Criado em uma família cristã, quando seus pais morreram, ele doou sua herança para caridade e viajou por muitos países ajudando os pobres e doentes.


Uma das histórias mais conhecidas é que ele salvou três irmãs que viviam na extrema pobreza de serem escravizadas, dando a elas um dote para que pudessem se casar.


A história diz que havia um homem muito pobre que não tinha dinheiro para o dote de suas filhas, então elas não conseguiam se casar. Um dia, São Nicolau jogou uma bolsa de ouro pela chaminé da casa do homem.


A bolsa caiu dentro de uma meia que estava pendurada na chaminé secando. Ele repetiu esse feito por três vezes, uma para cada filha.


O homem descobriu quem era que estava jogando o ouro pela chaminé. E apesar dos seus pedidos ao homem que não contasse para ninguém, rapidamente a história se espalhou.


Daí vem a tradição de colocar meias penduradas para o Papai Noel encher com presentes.


As bolas douradas de Natal representam o ouro e as laranjas (que também eram deixadas como presente para os mais necessitados).


De acordo com a tradição, esses presentes devem ser compartilhados entre toda a família.


Outra história diz que ele salvou três garotos da morte.


Por sua bondade, ele foi considerado um santo.


Com o passar dos anos, a popularidade do Nicolau se espalhou e ele tornou-se o protetor das crianças e marinheiros.


fotografia de bebe criança vestido com fantasia de papai Noel e óculos de natal em cenário em ensaio de fotos em aracaju

O dia festivo é celebrado no seu aniversário de morte (6 de dezembro), esse dia era tradicionalmente considerado um dia de sorte para fazer boas compras e para se casar.


Na época do Renascentismo, São Nicolau era o santo mais popular da Europa.


Após a reforma protestante, quando a veneração dos santos começou a ser desencorajada, São Nicolau manteve sua boa reputação, especialmente na Holanda. Mas, como adorar um santo se tornou proibido, o "trabalho" de entregar os presentes foi transferido para Jesus (e o dia para 25 de dezembro).


São Nicolau

São Nicholas foi inserido na cultura Americana por volta do final do século 18. Em 1773 e 1774 em Nova York, famílias holandesas se reuniram para celebrar o aniversário da sua morte.


Em 1809, Washington Irving ajudou a popularizar as histórias de São Nicolaus quando se referiu a ele como o patrono de Nova York em seu livro. Com o passar do tempo, ele foi descrito de várias formas diferentes.


criança vestida de fantasia de papai noel brincando com carrinho de brinquedo colorido em ensaio de fotos em estúdio de aracaju


Papai Noel ao Redor do Mundo

Na Suíça e Alemanha, acreditava-se que ele entregava presentes para as crianças bem comportadas.


Na Escandinávia, um elfo de nome Jultomten, foi ensinado a entregar presentes em um trenó dirigido por cabras.



A lenda inglesa explica que o Pai Noel visita as casas na véspera do Natal para encher as meias das crianças de doces e guloseimas.


Na Rússia, a história é que uma idosa chamado de Babouschka, deu ao Papai Noel a direção errada do caminho para chegar até Belém, para que ele não encontrasse Jesus. Depois ela se sentiu mal, mas não conseguiu achar o velhinho para corrigir seu erro.


Desde esse dia, Babouschka visita a casa das crianças russas, deixando presentes ao lado de suas camas na esperança de um deles ser o bebê Jesus.



Na Itália, uma história parecida: uma mulher chamada La Befana, uma bruxa gentil que vai de vassoura e entrega brinquedos para as crianças.




Natal na América


O Papai Noel da América, voa em seu trenó mágico de casa em casa na véspera do Natal e entregar brinquedos para as crianças.


papai noel historia sao nicolau nicholas saint aracaju ensaio natal papai noel

Ele voa com suas renas: Rodolfo, Corredora, Dançarina, Empinadora, Raposa, Cometa, Cupido, Trovão, Relâmpago e Bernardo.


Faz parte da tradição deixar leite e biscoitos para alimentar o Papai Noel e cenouras para suas renas, como forma de agradecimento.



A Rena Mais Famosa do Papai Noel

A Rena de número nove, é "a rena mais famosa de todas", nasceu há mais de 100 anos e tem um nariz vermelho.


Rodolfo sofria com provocações das outras renas por ter o nariz vermelho, grande e brilhante.


Mas, quando o Papai Noel achou que não iria conseguir entrar os presentes na noite do Natal que estava muito nublada e sem visibilidade, a rena salvou o Natal de todos, iluminando o caminho com a luz do seu nariz brilhante.

fotografia em aracaju papai noel mamae noel fantasia rena aracaju sergipe ensaio natal natalino tematico estudio fotografia fotografa fotografo em casa bebe criancas infantil bebes bebês bebê decoracao cenário ensaio estudio natalino natalina

A mensagem da História da Rena é que nós podemos transformar algo considerado uma desvantagem em algo bom se estivermos dispostos a ajudar.


Independente do nome utilizado, da origem e de qual país você está, a ideia da tradição do Natal é agradecer, espalhar generosidade, ajudar o próximo e reunir as famílias.


Desejo de todo o meu coração, um Feliz Natal para cada um de vocês!










2 visualizações0 comentário
bottom of page